Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 VERSÃO em PDF

nossos parceiros

Visite nossa página no facebook

Aqui você tem disponível para download a dissertação de mestrado e alguns artigos publicados pelo autor do projeto, Ricardo Amaral. São artigos publicados em revistas científicas, congressos e simpósios.


Há, ainda, a bibliografia de nossos artigos publicados em capítulos de livros (estes não estão disponíveis para download por questões contratuais com as editoras).

 

Atenção! Autorizamos o uso desse material.
Pede-se, no entanto, que a fonte seja mencionada e linkada.
 


Como faço o download do material?


É muito simples. Acompanhe os passos abaixo:

  

1º) Faça a leitura do resumo de cada tópico abaixo e escolha qual(is) arquivo(s) deseja salvar em seu computador.
2º) Clique no link do artigo escolhido para download, no final de cada resumo.
3º) Após o download, o material já estará disponível para sua leitura ou impressão. Arquivo em PDF.

 
 


Dissertação de Mestrado

Pesquisa Acadêmica realizada no Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e concluída em dezembro de 2008, com o título "Uso do RPG pedagógico para o ensino de física".


Resumo


Este trabalho refere-se ao estudo de caso participante realizado com dez alunos do 9º ano do Ensino Fundamental de uma Instituição Estadual de Ensino localizada na periferia da cidade do Recife. Seu objetivo foi analisar em que o uso pedagógico do roleplaying game (RPG) pode contribuir para o ensino de Física, integrado ao ensino de Matemática, História e Ética. Para tanto, a metodologia empregada foi organizada através de um jogo de RPG, dividido em oito encontros, que tinha a perspectiva de engajar os sujeitos em um processo de construção dos conceitos envolvidos na aventura, incluindo os aspectos cognitivos e atitudinais. As análises foram fundamentadas na Teoria Sócio-Construtivista de Vygotsky, nas idéias de Pozo, Crespo e Echeverría sobre situações-problema e nos trabalhos de Macedo, Petty e Passos sobre o lúdico na Educação. Ao final da pesquisa, percebemos que o RPG exerceu influência positiva sobre o aprendizado de conceitos físicos, matemáticos, históricos e éticos, além de promover mudanças atitudinais desses alunos em relação ao seu processo de aprendizagem. 


Palavras-chave: uso do RPG pedagógico, lúdico na educação, ensino de Física, teoria sócio-construtivista, situação-problema.

Quantidade de Páginas: 170 

 
Referência: AMARAL, R. Uso do RPG pedagógico no ensino de Física. Dissertação (Mestrado em Ensino das Ciências) – Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife: UFRPE, 2008.





Artigos publicados em Congressos e Simpósios

Experimentando o RPG pedagógico: a interdisciplinaridade na sala de aula  
Autores: PACHECO, S; AMARAL, R.

Artigo publicado nos anais do VIII Congresso Internacional de Tecnologia Na Educação. Recife, PE no ano de 2010. Trata do uso do RPG como recurso metodológico em uma disciplina experimental envolvendo a Física e a Geografia de modo interdisciplinar, na 2ª série do ensino médio, durante todo um ano letivo. 



Clube do RPG - O lúdico na formação de valores 
Autores: XIMENES, L; AMARAL, R; BRANDÃO, M.
 
Artigo apresentado no I Colóquio Luso-Afro-Brasileiro sobre Questões Curriculares. Braga, Portugal no ano de 2014. Trata do uso do RPG e de jogos de tabuleiro como recursos importantes para a formação de valores morais e éticos, a partir da criação de um clube de RPG na escola, no ano de 2012.
 
 


Artigo publicado em Revista Científica

Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências Vol. 11 No 1, 2011   
  
O Roleplaying Game na sala de aula: uma maneira de desenvolver atividades diferentes simultaneamente 
  
Autores: AMARAL, R.; BASTOS. H.  

Resumo:
Neste artigo, analisamos um aspecto inovador do uso do Roleplaying Game (RPG) enquanto recurso pedagógico para o ensino de Ciências. Trata-se da possibilidade de conduzir atividades distintas, que envolvem conteúdos diferentes, da mesma ou de outras disciplinas, simultaneamente. Desse modo, é possível atender a diferentes demandas de uma sala de aula, contemplando os diversos interesses dos alunos e suas especificidades em relação ao saber. A análise é feita em partes de uma aventura de RPG, que incluiu conteúdos de Física, Matemática, História e de alguns Temas Transversais. A Teoria Histórico-cultural de Vygotsky serve de base para as reflexões feitas sobre os possíveis usos desse recurso no ensino de Ciências. 
 

Palavras-chave: RPG Pedagógico; Lúdico no Ensino de Ciências; Teoria Histórico-cultural de Vygotsky.
 

Capítulos de Livros

 

O Roleplaying Game (RPG) e a Produção de Vídeo Digital como recursos colaborativos para o Ensino de Ciências  
Autores: AMARAL, R.; SILVEIRA, T.  


RESUMO  

O presente artigo descreve duas pesquisas que tratam do uso e da análise de recursos didáticos como instrumentos colaborativos no Ensino de Ciências: O Roleplaying game e a Produção de vídeos didáticos. Além disto, buscou-se mostrar através destes instrumentos o uso de novas Didáticas, com o objetivo de superar o ensino centrado nos conteúdos, aproveitando os benefícios que a arte pode trazer para o processo de ensino-aprendizagem. O Roleplaying Game, como ferramenta pedagógica, utiliza-se de aventuras, narradas coletivamente, para estimular o processo criativo dos estudantes, visando uma aprendizagem mais significativa, na qual o aluno consiga aplicar os conceitos científicos para a resolução dos problemas/enigmas apresentados pelo professor. A Produção de vídeos didáticos, é uma das melhores formas de utilização do vídeo didático, já que os participantes atuam colaborativamente como protagonistas na produção de um produto que utiliza uma linguagem múltipla para apresentação dos conteúdos científicos.  

Palavras-chave: Roleplaying Game, Produção de Vídeo Digital, atividades colaborativas.

Referência Bibliográfica: 

AMARAL, R.; SILVEIRA, T. Roleplaying game (RPG) e produção de vídeos como recursos colaborativos no ensino das ciências. In: OLIVEIRA, M. (Org.).
Formação e práticas pedagógicas: múltiplos olhares no ensino das ciências. Série Formação de professores, nº 1, Recife: Ed. Bagaço, 2008.

 

 






Roleplaying Game e excursões didáticas: extrapolando os muros da escola. 

 

Autores: AMARAL, R.; PACHECO, S. 

Resumo

Neste trabalho analisamos o uso do Roleplaying game (RPG) como um recurso pedagógico associado à realização de uma excursão didática (aula de campo) para o ensino de Ciências. Somado a isto, o desenrolar da atividade baseia-se num contexto interdisciplinar, pois ligamos o uso de atividades lúdicas como recurso motivador para a aprendizagem de Física, contextualizado a temas ligados à Geografia, à História do Brasil e aos chamados Temas Transversais, que englobam a Ética, o Respeito mútuo e a Pluralidade cultural.  Essa atividade foi desenvolvida nas aulas de Física nas turmas do 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio de Aplicação da UFPE (CAp-UFPE). Os alunos, ao participarem de uma aventura pedagógica de RPG, desenvolveram uma empatia maior com as disciplinas envolvidas; utilizaram conceitos de Cinemática; compreenderam os problemas enfrentados pelos Portugueses e pelos índios durante a Colonização do Brasil; foram levados a pesquisar mais a fundo sobre a Geografia e a História da época; exercitaram a prática do convívio, da tomada de decisões conjuntas, o sentido da amizade, entre outros valores; e, ao final, os estudantes participaram de uma excursão didática que os reportou a alguns locais históricos apresentados ao longo da aventura. Enfim, o resultado da aprendizagem mostrou-se enriquecido pelo uso de métodos lúdicos e interdisciplinares.

Palavras-chave: Ensino de Ciências – RPG Pedagógico – Interdisciplinaridade – Aula de campo.

Referência Bibliográfica: 

AMARAL, R.; PACHECO, S. Roleplaying game e excursões didáticas: extrapolando os muros da escola. In: ROSA, A; BARROS, N. (Org.).
Ensino e pesquisa na educação básica: abordagens teóricas e metodológicas. Série Livro-Texto, nº 34, Recife: Ed. Universitária, 2013.